Valdevan Noventa - Um líder não nasce por acaso!

26 de Abril de 2018

Com alegria contagiante, Chicão tem transformado vidas e chamado atenção da imprensa

Com alegria contagiante, Chicão tem transformado vidas e chamado atenção da imprensa

A gentileza e a simpatia podem transformar uma vida, uma relação, um relacionamento profissional: basta praticar. No ambiente de trabalho são o grande trunfo dos profissionais que estão prontos para fazer a diferença no mercado. Prova disso, são os holofotes da imprensa sobre o cobrador Francisco Carlos do Nascimento, o famoso Chicão.

Muito além do que cobrar pelas passagens, auxiliar o motorista e garantir uma viagem segura,  Chicão tem feito a diferença na vida das pessoas. Sua simpatia e sua alegria contagiante, representa, em alguns casos, a transformação de um trajeto considerado de dor e morte em um percurso marcado por um “bom dia” que pode mudar manhãs difíceis, e orientações capazes de salvar compromissos inadiáveis.

Aos 59 anos de idade e 20 anos de profissão, Chicão é o grande artista da Linha 719P-10. “Se um dia for cobrador, vou ser o melhor”. Esse é o lema do trabalhador que diverte, dá conselhos e torna mais leve aquela que é considerada a linha da dor, pois passa pelo Hospital das Clínicas, Instituto do Câncer, três cemitérios, laboratórios e Santa Casa.

A linha corta a zona oeste paulistana, fazendo o trajeto entre o Terminal Pinheiros e o Metrô Armênia. “Foi a solução que encontrei para acabar com a tristeza. A vida é tão simples e fácil, pra que tristeza? Gosto muito do que faço e procuro transmitir isso para as pessoas, tornando o dia delas mais felizes, diminuindo as preocupações”, afirmou o funcionário da Gato Preto, que recebe novos usuários em mais de 50 paradas em cerca de 20 quilômetros de ida e volta. São oito viagens por dia, todas recheadas de cumprimentos, conselhos e muita simpatia.

Isso sem contar as orientações. Chicão anuncia o nome das ruas ao redor de cada ponto de parada, cumprindo com excelência a sua função e mostrando a importância de estar a bordo. Com tanta experiência e diferenciais, ele dá conselho aos colegas de profissão. “Leia as normas da empresa. Se tiver algum problema, fale com os supervisores. Não critique, se melhore, dê bom dia, boa tarde, boa noite. Temos tudo para dar certo nessa profissão que escolhemos. O servidor publico é você. Antes de entrar nesse sistema analise tudo o que você quer de bom para esse sistema”, afirmou. Ele acredita que com esse comportamento, os trabalhadores poderão mostrar a sua importância no sistema evitando, assim, a extinção da profissão.

“O trabalho do presidente do SINDMOTORISTAS, Valdevan Noventa, em defesa da manutenção dos cobradores no sistema é perfeito, mas os companheiros precisam dar a contrapartida e ser exemplo de profissionalismo, mostrar diariamente que o cobrador é essencial para o transporte público, para os usuários de ônibus”, disse Chicão. E os elogios ao trabalho do Sindicato não pararam por aí.

“Nunca acreditei em sindicato pra nada, eu via muita mentira, falsidade, palavras ao vento. Mas, recentemente fui ao sindicato e fui tão bem tratado. Se continuar como está só tem a ganhar. O Noventa está de parabéns, espero que continue nessa pegada. Vou me aposentar, sou orgulhoso de ser cobrador e tenho mais orgulho ainda de ter o Noventa como presidente da minha entidade de representação e líder maior da categoria”.