Valdevan Noventa - Um líder não nasce por acaso!

21 de Março de 2018

SINDMOTORISTAS protocola projeto para a construção de sanitários e refeitório no ponto final da USP

SINDMOTORISTAS protocola projeto para a construção de sanitários e refeitório no ponto final da USP

A insistente cobrança do presidente do SINDMOTORISTAS,  Valdevan Noventa, por melhores condições dos banheiros e refeitórios destinados, tem surtido efeito. Nessa semana, um grande passo foi dado em prol dos operadores das Viações Gato Preto e Sambaíba, que fazem as linhas de ônibus do ponto final da USP.

Na tarde dessa útlima segunda-feira (19), o secretário de Saúde, Valdemir de Jesus Santos (Mi) apresentou o projeto arquitetônico que prevê a construção de banheiros masculino, feminino e para deficientes, além do refeitório, em reunião com os representantes da Prefeitura da USP, Enéas, Amauri e Douglas. O documento será encaminhado em caráter de urgência ao prefeito da universidade, Professor Hermes Fajersztajn, para oficializar a autorização da obra.

Finalizando essa parte burocrática, segundo o engenheiro Fábio Grossi e o arquiteto Luiz Bartollo Jorge, responsáveis pelo projeto a pedido da empresa Viação Sambaíba, a previsão para a conclusão de toda a estrutura é de 50 dias.

O companheiro Mi ficou muito satisfeito. “É uma luta antiga que está chegando ao fim. Por determinação do presidente do nosso sindicato, Valdevan Noventa, que não abre mão de condições dignas de trabalho para a categoria, estamos perseverando. Levamos nossas demandas ao conhecimento da SPTrans e o resultado tem sido positivo. Recentemente, conseguimos novas estruturas sanitárias no ponto final de ônibus da Vila Iara e, em breve, aqui na USP”.

O fato é que a direção do SINDMOTORISTAS seguirá vigilante, cobrando do Poder Público melhorias desses locais destinados aos trabalhadores em transportes nos terminais e pontos finais de ônibus de toda a capital paulista.

Também estiveram presentes na reunião, os diretores do sindicato Narciso Osório e 28, lideranças da Zona Norte, Xarope e Lázaro, o cipeiro da Gato Preto, Deikson, e demais militantes.