Valdevan Noventa - Um líder não nasce por acaso!

22 de Março de 2018

Trabalhadores da Transppass comemoram o resultado da vacinação contra a febre amarela

Trabalhadores da Transppass comemoram o resultado da vacinação contra a febre amarela

Categoria unida e sindicato atuante. Assim segue o trabalho de Valdevan Noventa à frente do SINDMOTORISTAS, sempre garantindo resultados positivos, seja nos direitos trabalhistas, momentos de lazer, educação e também na saúde, a exemplo do sucesso da vacinação contra a febre amarela.

Com a repercussão do cenário alarmante envolvendo os casos da doença, bastou uma iniciativa da diretoria do Sindmotoristas e dos membros da CIPA, para que o problema começasse a ser resolvido.

Certos da importância de imunizar os trabalhadores, os cipeiros da Transppass Jardim D’Abril, com o apoio da diretoria, conseguiram a disponibilização de aproximadamente mil doses da vacina, contemplando todos os funcionários da empresa. “Conversamos com o diretor da UBS próxima a garagem e com muito esforço foi possível prevenir motoristas, cobradores e os companheiros da manutenção. Conseguimos um horário marcado pela manhã e outro à tarde para evitar que os companheiros perdessem muito tempo em filas”,explicou o cipeiro, Fernando de Goes Souza com o apoio do diretor 28.  Os trabalhadores da Transppass foram os primeiros a receber as doses.

Depois disso, a constante cobrança de Noventa ao poder público assegurou a vacina para toda a categoria. Não foi fácil, mas o presidente mostrou a vulnerabilidade sofrida pelos companheiros ao transitarem em locais de risco. A morte de dois funcionários com sintomas de febre amarela foi a gota d’água para que o Sindicato não desistisse de proteger os trabalhadores.

A distribuição das senhas continua acontecendo. Até agora milhares de companheiros já foram encaminhados aos postos de saúde para receber a dose. Inicialmente, eles passam por uma triagem e, em seguida, seguem em grupo para a UBS. Não estão sendo vacinados apenas os portadores de doenças preexistentes, como diabéticos, por exemplo. Gestantes e idosos também fazem parte do grupo excluído.

“Cuidar da saúde do trabalhador faz parte da nossa missão. E garantir a distribuição da vacina contra a febre amarela para a categoria foi uma grande conquista, pois não poderíamos permitir que os companheiros continuassem receosos de sair para trabalhar e contrair a doença. Parabenizo a Transppass pela atitude e colaboração para que o primeiro passo fosse dado”, afirmou o presidente Valdevan Noventa.