Valdevan Noventa - Um líder não nasce por acaso!

10 de Abril de 2019

Valdevan Noventa destaca problemas enfrentados pelos citricultores sergipanos

Valdevan Noventa destaca problemas enfrentados pelos citricultores sergipanos

“Ao comemorar os 149 anos de Arauá, lembro que criar e manter empregos no campo, especialmente em minifúndios, é muito melhor para o país do que concentrar a renda em latifúndios”

O deputado federal Valdevan Noventa (PSC-SE) participou ativamente das comemorações alusivas aos 149 anos de Emancipação Política do município de Arauá. Durante os eventos realizados pela prefeitura, como a ‘Corrida Rústica’, por exemplo, Valdevan afirmou que o seu mandato na Câmara dos Deputados trará bons resultados para a região sul de Sergipe e falou da vocação da região para a citricultura.

Para o deputado, a citricultura sergipana tornou-se a terceira produtora nacional em área colhida e quarta em produção. “Infelizmente, essa prosperidade foi interrompida. Já há alguns anos, a produção cítrica sergipana enfrenta um mercado saturado, períodos de seca e problemas de produtividade e longevidade dos pomares. Além disso, faltam créditos e assistência técnica, e sobram pragas como a mosca negra”, explicou.

Segundo Valdevan, todos esses problemas podem ser resolvidos com orientação técnica e uma política agrícola que priorize os minifúndios. “Todas essas políticas dependem do governo federal e estadual. Prefeitos de cidades pequenas pouco podem fazer, sem a renovação das parcerias estaduais e federais que faziam a tranquilidade e o progresso dos citricultores arauenses”, disse.

“Nesta Câmara Federal, ao comemorar os 149 anos de Arauá, lembro que criar e manter empregos no campo, especialmente em minifúndios, é muito melhor para o País do que concentrar a renda em latifúndios”, disse Valdevan.

Valdevan afirma que o prefeito, José Ranulfo, bem como seu vice-prefeito, Rafael Noventa, querem terminar os seus mandatos, em 2020, deixando como legado a renovação das parcerias com os governos Estadual e Federal, parcerias que podem trazer de volta a tranquilidade e o progresso para o povo. “Espero que esta Casa entenda a importância de se apoiar os pequenos produtores, e faça o possível para lhes dar apoio técnico e financeiro. Esse é um dos melhores presentes de aniversário que podemos dar não só às cidades pequenas, mas para o Brasil como um todo”, finalizou o deputado.